Psicologia comunitária

O que é a Psicologia Comunitária? 

A Psicologia Comunitária é uma disciplina científica e um movimento social que tem como objectivo primordial a melhoria efectiva do bem-estar das populações, em particular das pessoas que se encontram em situação de maior vulnerabilidade social. O envolvimento cívico, o sentimento de comunidade, a participação e envolvimento comunitário, o empowerment e a liderança comunitária, funcionam como fonte inspiradora.

É preconizado pela Psicologia Comunitária que, através de intervenções em contextos comunitários, pode contribuir-se decisivamente para o aumento da participação cívica e para o aprofundamento da democracia em todos os grupos sociais, independentemente do género, da idade, do grupo social de origem ou da orientação sexual.

O que faz um psicólogo comunitário?

Um psicólogo comunitário contribui para a construção de programas inovadores de intervenção social, baseados em metodologias colaborativas de investigação-acção, promotoras de empowerment e facilitadoras da mudança social.

Estrutura, implementa ou avalia programas de prevenção na área da violência, particularmente no domínio da violência contra as mulheres e/ou crianças, na violência entre pares (bullying).

Apoia os grupos e as organizações na comunidade (colectividades, organizações não-governamentais ou outras) para que funcionem de forma mais eficaz, cumprindo os objectivos a que se propõem ao nível da cultura, do bem-estar físico e do desenvolvimento integral dos grupos que pretendem beneficiar.

Pode também contribuir para a consultoria na criação de grupos ou organizações de ajuda mútua, onde as pessoas podem ajudar-se a si próprias e a outras na resolução dos seus problemas de forma natural, integrada e que promove o sentimento de integração e de pertença.